Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Vol. 9, No 3 (2008)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Fontes suplementares de zinco para gatos adultos

Janine França, Flávia Maria Oliveira Borges Saad, José Walter da Silva Júnior, Lilian Naomi Numajiri, Adriana Brasil Ferreira Pinto, Ana Flávia Chizzotti

Resumo


Conduziu-se um experimento com 24 gatos adultos, machos e fêmeas, sem raça definida, com peso médio de 3,56kg, num período de 56 dias. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e seis repetições, com um total de 24 unidades experimentais para todos os parâmetros avaliados, à exceção da retenção de zinco das fontes, com 18 unidades experimentais, e da biópsia de pele, com 16 unidades experimentais. Para o zinco no plasma, utilizou-se a parcela subdividida no tempo. Os tratamentos experimentais consistiram em quatro: ração comercial, mais 30 mg de zinco (quelatado); ração comercial, mais 30 mg de zinco (sulfato de zinco); ração comercial, mais 30 mg de zinco (óxido de zinco); tratamento controle (ração comercial sem fonte suplementar). Quanto à excreção fecal de zinco, as fontes quelatadas e o óxido de zinco apresentaram menor excreção (P

Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.

Prezado autor,

Nosso periódico migrou para uma nova plataforma de submissão de manuscritos - ScholarOne Manuscripts. Novas submissões deverão ser feitas através do seguinte endereço:

http://mc04.manuscriptcentral.com/rbspa-scielo


Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

________________________________________________

Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal - RBSPA
Universidade Federal da Bahia
Av. Ademar de Barros 500, Ondina.
Salvador-BA. CEP: 40.170.110
Telefone: 55 (71) 3283-6725
rbspa@ufba.br
________________________________________________