Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Vol. 9, No 3 (2008)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Ácido acético em rações de frangos de corte experimentalmente contaminadas com "Salmonella Enteritidis" e "Salmonella Typhimurium"

Cintia Silva Minafra e Rezende, Albenones José de Mesquita, Maria Auxiliadora Andrade, José Henrique Stringhini, Leandro Silva Chaves, Cibele Silva Minafra, Moacir Evandro Lage

Resumo


Foi conduzido um trabalho experimental, utilizando-se duzentos pintos com um dia de idade. As aves foram distribuídas ao acaso com cinco tratamentos e quatro repetições de dez pintos, cada. Na ração, à base de milho e de farelo de soja, não foram empregados produtos de origem animal ou conservantes. A ração foi contaminada, experimentalmente, com Salmonella Enteritidis e Salmonella Typhimurium e tratada com ácido acético em cinco diferentes concentrações (0, 0,5%, 1,0%, 1,5% e 2,0%). No período de oito a vinte e um dias de idade, as aves foram avaliadas quanto ao ganho de peso, ao consumo de ração e à conversão alimentar, assim como a eficiência do ácido em reduzir ou eliminar o patógeno das rações, nos diferentes níveis de tratamento. Avaliou-se ainda a presença do agente nas excretas, suabes cloacais e pool de fígado, coração e vesícula biliar de uma ave de cada parcela. Verificou-se que os níveis de ácido de 0,5, 1,0, 1,5 e 2,0% favoreceram o ganho de peso e melhoraram a conversão alimentar, mas não foram eficientes em reduzir Salmonella sp. Quanto à recuperação do agente de rações tratadas, observou-se que a concentração de 1,5% de ácido apresentou maior redução da contaminação. O ácido acético, na concentração de 1,5%, favoreceu a redução de Salmonella sp., porém não foi eficiente para a eliminação em nenhuma das concentrações.

Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.

Prezado autor,

Nosso periódico migrou para uma nova plataforma de submissão de manuscritos - ScholarOne Manuscripts. Novas submissões deverão ser feitas através do seguinte endereço:

http://mc04.manuscriptcentral.com/rbspa-scielo


Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

________________________________________________

Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal - RBSPA
Universidade Federal da Bahia
Av. Ademar de Barros 500, Ondina.
Salvador-BA. CEP: 40.170.110
Telefone: 55 (71) 3283-6725
rbspa@ufba.br
________________________________________________