Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Vol. 12, No 3 (2011)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Desenvolvimento de tucanos-toco jovens alimentados com ração canina e ração para tucanos

Juliana Macedo Magnino Silva, André Luiz Quagliatto Santos, Líria Queiroz Luz Hirano, Heloísa Castro Pereira

Resumo


Propôs-se comparar os efeitos de duas dietas comerciais, uma composta por ração canina e outra por ração para tucanos no desenvolvimento de tucanos-toco jovens. Avaliou-se 14 espécimes, com idades entre quatro e cinco meses, distribuídas aleatoriamente em dois grupos. Uma vez por semana realizou-se a pesagem das aves em jejum e biometria individual dos parâmetros: asas esquerda e direita (comprimento); cabeça e bico (comprimento, largura e altura); envergadura e comprimento total do corpo, com o auxílio de um paquímetro. Para avaliar a existência ou não de diferenças estatisticamente significantes entre o peso e os dados biométricos obtidos nos dois grupos, utilizou-se o teste U de Mann-Whitney, com nível de significância de 0,05, em um teste bilateral. As aves de ambos os grupos não apresentaram alterações de comportamento como depressão ou agressividade. As dietas foram bem aceitas, não houve desperdício e todos os animais permaneceram hígidos durante a pesquisa. Tucanos alimentados com ração para cães
com nível máximo de 71,15mg/Kg de ferro e 23% de proteína bruta, apresentaram melhor desenvolvimento para comprimento das asas direita e esquerda, largura da cabeça, altura do bico na base, comprimento do bico na base e ganho de peso, quando comparados com aqueles tratados com ração para tucanos. Conclui-se que as rações comerciais utilizadas, sobretudo a canina, oferecem suporte para ganho de peso, e medidas corporais favoráveis ao desenvolvimento normal de tucanos-toco jovens. Entretanto, novos estudos devem ser realizados para a determinação da dieta ideal para essas aves em cativeiro.

Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.

Prezado autor,

Nosso periódico migrou para uma nova plataforma de submissão de manuscritos - ScholarOne Manuscripts. Novas submissões deverão ser feitas através do seguinte endereço:

http://mc04.manuscriptcentral.com/rbspa-scielo


Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

________________________________________________

Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal - RBSPA
Universidade Federal da Bahia
Av. Ademar de Barros 500, Ondina.
Salvador-BA. CEP: 40.170.110
Telefone: 55 (71) 3283-6725
rbspa@ufba.br
________________________________________________