Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Vol. 17, No 4 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Conservação do farelo de arroz integral por ensilagem com diferentes graus de hidratação e adição de fubá de milho

Jiovani Sergio Bee Tubin, Renato Augusto Conte, Rafael Alan Baggio, João Carlos Dal Pivo, Mariângela Zanella, Diovani Paiano

Resumo


Foi conduzido um estudo para avaliar diferentes graus de hidratação e adição de fubá de milho (FMI) para a ensilagem do farelo de arroz integral (FAR) para conservação do produto. Foram utilizadas relações FAR: FMI 10:0; 9:1; 8:2; 7:3 e 6:4 e níveis de hidratação da mistura 10, 20, 30, 40 e 50% do peso inicial, perfazendo um esquema fatorial de 5x5 com quatro repetições. Paralelamente, foram fabricados quatro silos de características semelhantes aos demais com FAR sem a hidratação, denominados silos referência, e avaliada a peroxidação lipídica. Após a abertura (120 dias de ensilagem) foram avaliados o pH, acidez titulável (AT), índice de acidez (IA), índice de fungos (IF) e atividade de água (Aw). A temperatura (análise para verificar a estabilidade aeróbica) e o pH, pós abertura, foram determinados em 24, 48 e 120 horas após a abertura. Houve interações entre as variáveis para: pH na abertura, AT, IA e IF. Para a variável Aw não houve interação. A inclusão de 40% de FMI e 42,3% de água melhorou o pH da silagem na abertura, e a inclusão de 43,6% de água melhorou o pH 24 horas pós abertura. Após 48 horas de abertura as silagens estavam inapropriadas para o consumo, e a inclusão do milho acelerou a deterioração da massa ensilada após este período. Somente nos silos controles foi observado peroxidação lipídica. O uso do método de ensilagem para preservar a qualidade do FAR foi promissor como ferramenta para diminuir a peroxidação, independentemente do nível de hidratação. Para a confecção de silagem de farelo de arroz recomenda-se a inclusão de FMI de 40% e hidratação de 42,3% sobre o peso para otimizar o pH na abertura.


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.

Prezado autor,

Nosso periódico migrou para uma nova plataforma de submissão de manuscritos - ScholarOne Manuscripts. Novas submissões deverão ser feitas através do seguinte endereço:

http://mc04.manuscriptcentral.com/rbspa-scielo


Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

________________________________________________

Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal - RBSPA
Universidade Federal da Bahia
Av. Ademar de Barros 500, Ondina.
Salvador-BA. CEP: 40.170.110
Telefone: 55 (71) 3283-6725
rbspa@ufba.br
________________________________________________