Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Vol. 17, No 4 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Estrutura de covariância para características de carcaça e tamanho corporal com medidas repetidas em ovinos de diferentes grupos genéticos

Natanael Pereira da Silva Santos, Fabrício Fernandes Guimarães, José Lindenberg Rocha Sarmento, Antônio de Sousa Júnior, Aurino de Araújo Rego Neto, Luciano Silva Sena, Gleyson Vieira dos Santos

Resumo


Objetivou-se avaliar a influência de efeitos ambientais sobre medidas corporais, peso e características de qualidade de carcaça, com estrutura de mensurações repetidas no tempo, em ovinos de diferentes grupos genéticos. Foram realizadas coletas do nascimento aos 180 dias de idade, durante os anos de 2012 e 2013, em 92 cordeiros de 3 grupos genéticos, sendo 29 da raça Santa Inês, 43 mestiços Dorper x Santa Inês e 20 mestiços Dorper x Morada Nova, pertencentes a dois rebanhos. Foram mensuradas área e profundidade de olho de lombo, espessura de gordura subcutânea, altura da cernelha, comprimento corporal, profundidade torácica e peso corporal. O modelo estatístico considerou os efeitos de período de coleta, tipo de nascimento, sexo, rebanho, grupo genético, idade do animal no momento da mensuração como covariável, em efeitos linear e quadrático, e as interações entre os diferentes efeitos. Foram testadas diferentes estruturas para modelar a matriz de (co) variância residual. A estrutura que melhor se ajustou aos dados foi a Simetria Composta. A interação entre grupo genético e idade como efeito linear e quadrático foi significativamente importante para modelar as características estudadas. Os efeitos ambientais de propriedade, tipo de nascimento, grupo genético e período da mensuração influenciaram as características de carcaça, medidas corporais e peso. O grupo genético oriundo do cruzamento Dorper x Morada Nova apresentou menor tamanho corporal e melhores características de carcaça.


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.

Prezado autor,

Nosso periódico migrou para uma nova plataforma de submissão de manuscritos - ScholarOne Manuscripts. Novas submissões deverão ser feitas através do seguinte endereço:

http://mc04.manuscriptcentral.com/rbspa-scielo


Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

________________________________________________

Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal - RBSPA
Universidade Federal da Bahia
Av. Ademar de Barros 500, Ondina.
Salvador-BA. CEP: 40.170.110
Telefone: 55 (71) 3283-6725
rbspa@ufba.br
________________________________________________