Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Vol. 9, No 1 (2008)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Uso de produtos naturais para proteção de mudas na arborização de pastagens

Arthur Ulisses Curado Filho, Maria Luiza Nicodemo, Valéria Cristina Zago, Valdemir Laura, Silvio Favero

Resumo


Os sistemas de produção convencional têm esgotado os recursos ambientais, o que torna o agroecossistema frágil e insustentável. Sistemas silvipastoris podem ser alternativas viáveis na recuperação de pastagens degradadas. Este estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar produtos naturais na implantação de espécies arbóreas em pastagens com presença constante de bovinos, sem proteção das mudas. O experimento foi conduzido na Embrapa Gado de Corte, Campo Grande, MS, no período de 02/02/2005 a 28/03/2005. O delineamento utilizado foi de parcelas subdivididas inteiramente ao acaso, com dez repetições. As parcelas foram: 1) fezes bovinas ao redor da muda, 2) sangue bovino seco, 3) ovo sem casca e 4) testemunha sem proteção. As subparcelas foram cinco espécies arbóreas: Myroxylon peruiferum (Bálsamo), Dipteryx alata (Cumbaru), Schizolobium parahyba (Guapuruvu), Genipa americana (Jenipapo) e Mimosa caesalpineaefolia (Sansão do campo). A herbivoria foi intensa em todos os tratamentos. S. parahyba apresentou taxa de sobrevivência de 72,5%, enquanto 100% das plantas da M. caesalpineafolia morreram. Há indícios de que a maior proteção, embora parcial, foi dada pela aplicação de fezes ao redor da muda. As aspersões de sangue ou de ovo não ofereceram proteção às árvores jovens. A concentração e a freqüência de aplicação das fezes é uma alternativa que merece maiores estudos.

Texto Completo: PDF

________________________________________________

Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal - RBSPA

Universidade Federal da Bahia

Av. Ademar de Barros 500, Ondina.

Salvador-BA. CEP: 40.170.110

Telefone: 55 (71) 3283-6725

rbspa@ufba.br

________________________________________________